O que esperar Quando você está esperando


Venho trazer um pouco da minha experiência com a minha terceira gravidez. Hoje com 17 semanas e DOIS dias.

Sensação
Antes de ter a confirmação, eu já desconfiava...
Meu primeiro sintoma foi o olfato apuradíssimo, sentia cheiro de longe. Eu estava sendo capaz de acertar o que meu marido comeu no almoço, só de sentir o cheiro na roupa ou próximo a boca dele.  

O meu segundo sintoma, foram as dores nos seios ,que no inicio me incomodaram bastante.

O que senti quando descobri de fato?

Aquela sensação do efeito da anestesia me inebriou no momento, me deu vontade de sair correndo! Mas pra onde? Não dava mais...

Porém a minha ficha só caiu BEEEEMMM depois do positivo no exame!
Apenas com as mudanças do corpo:

Hormônios...  esses podem fazer com que de uma semana para outra, repentinamente, você se transforme!

Padecendo
Uma das mudanças no corpo durante a minha atual gravidez que são clássicas, famosas e tão temidas, são os enjoos que VIERAM acompanhados do vômito e de uma azia muito forte, que só aliviava com algo azedo (dá-lhe balinhas de tamarindo huuummmm), nem algo gelado estava adiantando...

No início, quando NÃO sabia, sentia dores de uma menstruação chegando: cólicas, sensação de peso nas costas e pernas. Sintomas bem parecidos para quem tem TPM.

Minha memória está uma merda, com direito a lapsos, brancos, esquecimentos... Se eu não tiver uma ALTA concentração, fica complicado fazer a mais simples das tarefas!
Meu paladar e principalmente os sentidos modificou radicalmente.
Também tenho a sensação de alteração nos genitais, com mais corrimento, sendo natural segundo o meu GO, pois existe a queda de resistência às infecções.
E o cansaço? O sono excessivo tomou conta de mim! Tanto que fico contando as horas do dia para que chegue a hora de ir para a cama e ...Desmaiar!
E se pudesse ficaria na cama o dia inteiro, com muito prazer!
Essa dorzinha de cabeça chatinha que vem de vez em quando também... sem necessidade!

Alguns dos meus alimentos/bebidas favoritas já foi o motivo para me sentir mal e sair correndo para o banheiro. Como: café, alho, temperos fortes, cerveja, cigarro...
Até o meu perfume mais querido se tornou nojento. Inclusive o cheiro do meu marido, que me dava tanta raiva que a vontade era de dar uma voadora nele ...(brincadeira)
A frequência e necessidade da evacuação se tornou um problema para mim, até cheiros me davam dor de barriga... O que pode ser ao contrário, na maioria das vezes, com algumas mulheres.
Meus seios doem, fisgam e as veias cada vez mais aparentes, NÃO PÁRAM de aumentar de tamanho, aos poucos estou perdendo minha cintura, sinto meu rosto rosto mais cheio, não sei mudando de forma... E devido ao meu excesso de enjoo no inicio perdi 3 kg. Não conseguia comer comida de sal, meu médico me orientou NUNCA esquecer de beber bastante líquido. Então o que eu consegui me alimentar durante esses 3 meses foi: Muito suco natural; Frutas  (GELADAS!); Sanduíche natural; Misto quente de manhã com queijo minas e requeijão; Fiquei exatos 3 meses e 4 semanas sem comer a MINHA comida de sal. Pois bem, não conseguia comer aquilo que eu sentia ou via preparar, ou seja, só comia (NOS RAROS FINS DE SEMANA)  na minha mãe ou na minha sogra, nem restaurante estava rolando...
Atenção especial ao inchaço PODENDO SER NORMAL, mas também pode ser indícios de problemas mais sérios como a doença hipertensiva exclusiva da gestação. Sempre fique atenta a pressão e no inchaço pois pode evitar a pré-eclâmpsia. Como aconteceu na minha primeira gravidez, do Allan, fiquei muito inchada e a minha médica, na época (2007) optou por fazer a cesárea, o que me deixou muitooo feliz apesar de ter engordado quase 30 kg.  Graças à Deus NÃO ocorreu a Eclampsia, que pode acontecer apenas na hora do parto.

Meu médico me orientou à NÃO comer carnes mal passadas, Frutas com cascas e muito menos o meu adorado sushi L
Por causa da toxoplasmose.

Algumas mudanças não agradáveis:
● gases...

  
À FLOR DA PELE

E a emoção?
Tudo me afeta!
Até os documentários do Discovey Chanel sobre a cadeia alimentar na savana africana...

Fiquei um período muito irritada, esperava que alguém falasse algo, para que eu pudesse descontar essa estranha “raiva”, até um elogio já desencadeava...
Sem contar os sintomas psicológicos, as pirações, em um minuto estou me sentindo ótima e no outro uma vontade louca de chorar...



CUIDADOS

Fico muito atenta À hidratação da minha pele para que as estrias passem distante da minha vida!
Minha dermatologista me indicou estes cremes abaixo, e NUNCA deixo de hidratar, ao menos duas vezes ao dia!









Na falta destes ou no término uso estes (abaixo) por conta própria mesmo. Só NÃO deixo de usar:

E meu GO, me passou esta vitamina, durante a gestação até a amamentação ela será minha companheira:


Paraíso
A pele e o cabelo ficam lindoos durante a gestação.
No meu caso, nas três vezes, meus cabelos pararam de cair e ficam mais espessos e com muito mais volume.

Os seios ficam chamativos, consequentemente atraentes e mega bonitos (sem precisar colocar silicone hahaha eu) 

A minha libido aumentou e MUITOOO, é estranho...rs
Confesso que ainda acho estranho a preocupação das pessoas comigo e a atenção redobrada. Mas não vou negar que é muito bom ser mimada: ter pessoas te ajudando a carregar sacolas pesadas, ter carona, ter prioridade nas filas,etc.
E que mulher não gosta de elogios?
O maridão todo dia fala que eu estou linda, vários pessoas também já falaram. 
É sobrenatural sentir uma vida dentro da gente. E a sensação de nunca estar sozinha! Dá vontade de sentir isso para sempre!
É de longe a coisa mais maravilinda da gravidez. 
Passar com o carrinho de compras no caixa preferencial;
Ir ao banco e ser atendida na hora;
Nos restaurantes eles costumam caprichar na sua sobremesa;
Vou aproveitar para comprar novas roupas.
Não me preocupar com as gordurinhas sobrando.
Posso abusar das blusas coladas pra acentuar a barriga.
Regalias da família, afinal você esta carregando o mais novo membro;
(E já disse né: )Cabelo e unha ficam lindos nessa fase, crescem bastante;
Comprar as roupinhas do bebê e decorar o quarto, essa é a parte que mais vou curti, porque adooroo, meu passatempo preferido. Adorava ficar horas e horas na internet procurando inspirações para o quartinho ...
Namoro bastante o meu corpo;
Abuso um pouquinho do marido, aproveito para pedir o impossível que ele sempre atenderá meus pedidos (afinal  ele não vai ser assim pra sempre);



Descobertas
Descobrir a mim mesmo. 
Descobertas, essas, que mudaram minha forma de ver o mundo e de agir sobre ele. Muitas coisas foram se encaixando e passando a fazer sentindo na minha cabeça.
Me sinto muito mais forte e melhor comigo mesma! 
Descobri que meu bebe já se meche, pois consegui senti-lo com exatas 13 semanas, apesar da minha barriga nem aparecer, consigo senti-lo apenas na parte da manhã, antes de acordar, e quando estou de barriga para cima...
Apesar de ainda NÃO saber o sexo do meu terceiro bebê, a curiosidade é mega-hiper-enoormee. Pensei até em fazer aquele exame de sexagem fetal, que é um diagnóstico precoce do sexo do bebê, através da coleta do sangue da mãe, não sendo necessário o jejum. Poréémm achei muito caro aqui em Macaé/RJ, custando à partir de R$ 450,00 :O. Absurdo! Decidi esperar, e agora já conseguirei ver na minha próxima ultra.

Tá chato, já!
E as perguntas inconvenientes?!
Não posso ficar mais de 1 minuto parada no mesmo lugar que já começam a fazer as incansáveis perguntas: já sabe o sexo? é menino, né? tá de quantas meses? vai ganhar quando? como vai ser o nome? é o nome do pai? engordou só a barriga, né? que barrigão, vai ser um meninão! e blá, blá, blá. Confesso que estou esgotada! Perdi até o animo de sair na rua!
Acho também que me tornei um “patrimônio público". Esse definitivamente é o pior de todos! Estou me sentido uma peça em exposição. Todo mundo acha que pode me abraçar, passar a mão na minha barriga, me fazer um monte de perguntas e me dar um monte de conselhos...

Enfim

de todas essas montanhas russas de emoções e transições, digo e afirmo sem medo de errar: TUDO É TRANSITÓRIO!
Passa bem rápido e sou à favor de aproveitar cada momento, registrando cada etapa, pois cada gravidez é diferente, cada tempo, cada momento e obviamente cada filho, pois cada uma é única e especial.
O medo e a dúvida sempre vão existir, mas isso também vai passar. E é verdade sim que o instinto de mãe vêm quando a gente menos espera, cada uma no seu tempo.
Ser mãe é chegar bem pertinho de Deus e enfim, começar a descobrir o que é o verdadeiro amor...



A estética é realmente importante??


 “LÓGICO que não! Se preocupar tanto com padrões de beleza, quando se tem tanta coisa mais importante na frente é uma tremenda bobagem!”

Já ouvi a resposta acima inúmeras vezes. Nunca em nossas vidas sofremos e fizemos tantos julgamentos como nos dias de hoje!

Bem, saiba que a beleza é provida e muito, de razão. 
Entenda que não quero aqui “desmistificar” nenhum sentimento, achar algo bonito ou feio...
TRATA-SE DE QUESTÃO VARIÁVEIS: encantamento ou a repulsa, ambos sentimentos necessários a uma vida intensa e pungente.

Existem diversos fatores que nos ajudam a realizar esta definição, porém baseando se, também, na educação e cultura que cada ser recebeu, ou seja, a opinião é variá à cada um de acordo com sua história:

se alguém é bonito ou feio?!
Se alguém é mais interessante ou menos interessante?!
Se alguém é mais sociável ou menos sociável?!

Os fatores são diversos, e trago alguns para vocÊs refletirem em seu padrão de estética hoje: Você segue tendências ou é mais tradicional??




O Fator Físico
Seu instinto, talhado por milhares de anos de seleção natural, diz que um quadril largo facilita o nascimento de um bebê, ao contrario de um quadril estreito. Seios Fartos e empinados (não necessariamente grandes) lhe mostram que a mulher goza de sua mais saudável forma para procriar, o que é uma qualidade altamente desejável na natureza.
Já um Homem de maxilar proeminente e largo, demonstra à mulher vigor para se alimentar, seja de uma presa viva, seja para comer alimentos mais duros e difíceis de serem mastigados. O que a princípio nos parece absurdo, afinal, já não dependemos só de nossas ancas para termos filhos ou da potência de nossos maxilares para conseguirmos nos alimentar com qualidade, pode ser evidenciado e confirmado se checarmos alguns padrões de beleza clássicos do ser humano (não confunda com padrões de beleza de moda)
Antes que os desprovidos de queixo ou de quadril se ponham a esbravejar, é hora de lembrarmos que o fator físico não é o único a ser levado em conta. o fator social é tão ou mais importante que ele.

Trata-se da mesma pessoa, porém em luzes diferentes: Não se prenda ao fator físico...


O Fator Social
Esse é constituído por todas as experiências que vivemos ao longo da vida e também pela cultura que nosso ambiente nos insere, e é ele o responsável por as vezes subvertermos esta lógica e gostarmos de um biótipo diferente do que a natureza considera como ideal.
Um ótimo exemplo de fator social é a gravata. Hoje, a gravata não tem nenhum papel ergonômico que a justifique, seu uso é estritamente ligado a sensação social que ela produz.
Este é o motivo de a mesma roupa ficar bem em uma pessoa e em outra não.
Sua profissão, ideais e cultura irão fazer uma enorme diferença no modo com que suas roupas e, por consequência, a própria pessoa, são percebidas.
Não se deve julgar as pessoas pelas ferramentas que utilizam, mas sim pela maneira com que o fazem.


Desde a  infância
Muita gente critica o sucesso da boneca Barbie por achar que ela incentiva a busca por um padrão de beleza que é irreal e inatingível.
Nas meninas, sempre ficou bastante evidenciado que onde o bom é ser bela, as belas é que são as bem sucedidas. A partir daí, vem junto um bombardeio de tratamentos “milagrosos”, cremes que prometem corpos perfeitos, face sem rugas ou manchas, isto é, a verdadeira fonte da juventude. 

E pesquisando sobre o assunto achei na internet esta história:  do artista americano Nickolay Lamm criou a Lammily, uma versão vida real da Barbie:


Ela segue as proporções corporais médias de uma menina de 19 anos. Não é muito alta, a barriga não é chapadona e usa o mínimo de maquiagem.

Celulite

Espinhas

Tatuagens

Ferimentos


   Pensando em toda as confusões que uma adolescente passa no momento de transição para a fase adulta, isso muda drasticamente a cultura feminina, criando um pouco de aceitação com o próprio corpo.




Equilíbrio
A mulher acaba virando escrava da busca pelo ideal imposto pela sociedade, não medindo forças para conseguir o que seu imaginário está buscando. Muitas vezes pode-se iniciar um círculo vicioso sem fim.
pessoas que enxergam em si mesma  defeitos que muitas vezes não existem e, assim, dá início a uma busca incansável pela perfeição, fazendo "correções" constantes.
Procuram incansavelmente tratamentos estéticos, de emagrecimento, cirurgias plásticas , mas nunca se sentem satisfeitos com tratamento algum, pois seu problema está na própria auto-aceitação e não no tratamento. 


A mídia coopera com este transtorno também exibindo figuras humanas padronizadas.
Isso já não é mais “vaidade”ou"cuidar da aparência”.
As mulheres são duas vezes mais propensas a ter depressão do que os homens. Ter depressão não é um sinal de fraqueza. Fiquem ligadas!!

Em todas áreas de nossa vida, temos que saber medir atos e consequências.




Nova moda?!

Pelo padrão de beleza atual, o corpo feminino não deve ter pelos para ser admirado. A ordem é depilar tudo em nome da higiene e da estética. Na contramão da moda, existem mulheres que estão deixando seus pelos crescerem naturalmente, nas axilas, pernas, na região íntima e até no rosto.
Mais do que lançar uma cruzada contra a depilação, essas mulheres dizem que querem ter liberdade de escolha. 
A proposta é enfatizar a naturalidade dos pelos e mostrar que essa opção existe. Recentemente, algumas celebridades também esquentaram o debate sobre esse assunto na mídia







STOP!

-> Isso é anti-higiênico e pavoroso

-> Pelos incomodam
-> Você está solteira?
-> Você não vive em uma região muito fria não é quiiridaa?!


Gentee isso é NOJENTOOO!

Monas, quero deixar aqui minha sincera opinião registrada, não deixem de se cuidar porém tentem manter a sua personalidade. Tenham inspirações, porém não se iguale À outras, todos fomos feitas para sermos diferentes MEESMOO. 

Aquelas panicats que você vê podem ser as mulheres ideais, mas NÃO são reais!




"Sua liberdade não tem 

preço, prenda-se apenas naquilo que lhe deixa livre."





A pessoa não gosta de mim, mas AMA saber ao meu respeito. Discussão de hoje: INDIRETAS...



Quem nunca postou uma indireta no face? Jura? Pode até ter apagado, mas com certeza já postou algo para uma determinada pessoa. Acho normal, às vezes, desabafamos na internet, mais precisamente no Facebook. 
Entretanto, é preciso ter cuidado com certas coisas que são postadas.
 A intenção é dar uma indireta, porém, por não saber se expressar, acaba afetando amigos que não tem nada a ver com a historia.
No meu caso, quando estou indignada com algo, faço questão de deixar registrado a minha insatisfação e tento transformar esse sentimento ruim, porém as palavras devem ser medidas e controladas para evitar futuros arrependimentos.
Não recordo de muitas indiretas vindas contra minha pessoa. Aconteceu uma vez ou outra, mas nem dei bola, já que o português era horrível; quase não entendi o que queria dizer.

Então, como dar uma indireta? De uma forma que ironiza, mas não ofende.
Existem algumas regras, que pessoas inteligentes utilizam...

É muito feio ver uma pessoa ofendendo outra sem citar nome, apenas acontecimentos. Sem falar nos palavrões, geralmente por causa de alguém que interfere num relacionamento. 
Indiretas sobre roupas, beleza de forma geral. 
Chega um ponto que vira infantilidade. Se deseja ajudar alguém, não precisa postar indiretas; se aconteceu algo que não gostou, não precisa sair correndo para o face postar.
Algumas são desnecessárias. Quando dou uma indireta querendo acertar uma pessoa, acerto ela é mais umas 25. Você pode perder  inúmeras amizades por causa de indiretas desnecessárias. Quando algo me incomoda, escrevo um texto reflexivo; tento fazer as pessoas repensarem suas atitudes. Eis a primeira dica para escrever uma indireta. Saiba escrever. Ponto. 
Caso contrário, ao invés de dar uma indireta, fará teus amigos rirem dos teus erros.



Poxa vida, em pleno 2015 , o pessoal fica clicando em coisinhas duvidosas e marcando todo mundo em "o que um cara faz com uma mulher bêbada".
Gente, se atirar na frente de um caminhão vocês não querem né?!?
Que saco.


Quem marcou ela nessa postagem deve ter se arrependido. Ela ofendeu alguém? Usou palavrões? Não, claro que não. Apenas escreveu sobre algo que incomoda. 
Uma segunda dica: Escreva de forma geral, mesmo que queira atingir uma única pessoa. Não tenta escrever de forma direcionada, porque, com certeza, vai acontecer o efeito contrário; atingirás pessoas que não tem nada a ver.
Portanto, para evitar desgastes, escreva para todos de uma vez. Para quem servir o chapéu, já vai pegar e usar; para quem não se identificar, nem vai prestar atenção. Agora, para encerrar este artigo, uma última dica. Preste bem atenção no que vou escrever.

Se possível for evite dar indireta para qualquer pessoa. Procure entender por quê a pessoa teve tal iniciativa. Não é bom fazer inimizades. O amanhã pertence a Deus. O futuro é repleto de incertezas. Nunca sabemos quando vamos precisar de alguém. Se acontecer algo muito ruim, se a raiva falar mais alto, utilize as duas dicas anteriores. 
Aprenda a utilizar o Facebook, aprenda a fazer amizades. 
Antes de postar uma indireta, releia e pense: "Estou ofendendo meus amigos?" Se a resposta for sim, apague e não poste. Vai ler um livro, ver televisão ou jogar algum joguinho no celular. Aprenda a esfriar a cabeça...

Do outro lado temos as pessoas que tem mania de perseguição, achando que toda e qualquer indireta ou frase, ou postagem é pra ela, contra ela. Ora bolas, será que isso não é se fazer de vítima? Talvez seja a hora de parar e refletir sobre esse comportamento.  Afinal, nem sempre o mundo está contra você, isso pode ser insegurança e falta de autoconfiança, baixa autoestima e sentimentos de rejeição, achando que o mundo está te criticando. Isso pode ser uma visão pessimista e errônea das pessoas e da vida.

Essa ideia de que jogando as palavras “ao vento” eu posso me defender, dizendo que não era para aquela pessoa, ou a velha máxima, “se a carapuça serviu” criam uma falsa imagem de que a rede social é um lugar onde eu posso depositar todos os meus sentimentos sem me importar com o que os outros pensam de mim, ou o que é pior, sem me preocupar com o sentimento do outro (o que é mais grave ainda).
Eu sinceramente acredito que vivemos em uma época em que as pessoas estão menos tolerantes e se utilizam das redes sociais, como se elas fossem um escudo que vai protegê-las do que elas querem lançar ao vento para atingir a quem desejam e a quem se sentir ofendido. A ideia de que estamos protegidos pela tela do computador dá uma falsa sensação de anonimato e de proteção, que confere um direito de dizer o que se bem entende sem se preocupar com as consequências. Mas não é bem assim.
O ideal é sempre a conversa. Até porque palavras escritas dão uma interpretação muito pessoal, e nem sempre elas foram ditas da maneira que a pessoa interpretou ou quis interpretar.
Rede social pra mim se resume à interação com grupos fechados (amigo) e a realização de novas amizades e como o nome já diz, um meio social de comunicação para expressar opiniões e NÃO ofender os outros, repensem nas atitudes galera. Não estou aqui para dizer o que devem escrever em seus perfis, apenas escreva-os com moderação! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...